quinta-feira, 11 de junho de 2015

UM SONHO!

Depois de estudadas as características do texto dramático, os alunos teriam de experimentar a sensação de serem dramaturgos. Foi-lhes pedido que redigissem apenas uma cena com base num dos temas fornecidos. A Beatriz e a Rafaela, do 7ºA, escolheram este e o texto surgiu, bem divertido.

TEMAA roupa ganhou vida e impõe a sua vontade sobre os  movimentos dos donos. Imagina a história.

PERSONAGENS: Lucas, Bianca, meia-calça, top, sapatos, saia, calções, meias, ténis, camisola de cavas

CENA I
(Quarto grande, bem iluminado, com duas camas, duas mesinhas de cabeceira, duas cómodas de cada lado do quarto e uma secretária; os irmãos vestem-se no centro do quarto quando, de repente, a roupa de Bianca começa a fugir para o corpo de Lucas.)

Meia-calça (a espernear) - Já estou farta de estar nas pernas, quero ir para os braços do Lucas. 
Top (em cima da cama aos saltos e a gritar) - Hoje não me usas, disso podes ter a certeza! 
Sapatos (saltando de cama em cama) - Não queremos ir para os pés. Gostamos mais das orelhas! 
Saia (dança e flutua pelo quarto) - Nunca mais vou para a escola!! 
Bianca (em pânico) - Lucas!!! Ajuda-me!!! A minha roupa está a fugir de mim!!! 
Lucas (correndo atrás dos calções) - A minha roupa também, não te posso ajudar. Socorro!!! 
Calções (às gargalhadas) – Ahahahahah!!! Não me apanhas. Não me apanhas. 
Meias (fogem da gaveta) - Nunca mais vou para dentro daqueles ténis! 
Ténis (melindrados) - Desculpa? Não sou eu que cheiro mal! Estou farto do vosso cheiro e do cheiro dos pés do Lucas. 
Camisola de cavas (gritando) – Deixem-se de coisas! Também estou farta do cheiro dos vossos sovacos. Vamos aproveitar, a janela está aberta! 
(Lucas corre até à janela e fecha-a) 
Bianca - Finalmente apanhei a minha roupa, só faltam os sapatos! 
Lucas - A mim, só me falta a camisola! 
(Quando, finalmente, apanham a roupa, ouvem um barulho: é o despertador, está na hora de acordar e de ir para a escola
Bianca (acorda estremunhada e esfrega os olhos) – Que sonho estranho tive toda a noite! E se isto vier a acontecer na realidade?