sábado, 13 de junho de 2015

INGLÊS É LÍNGUA DE EXTRATERRESTRES?

Depois de estudadas as características do texto dramático, os alunos teriam de experimentar a sensação de serem dramaturgos por um dia, pode ser que fique o bichinho! 
Foi-lhes pedido que redigissem uma cena com base num dos temas fornecidos. A Jéssica, do 7ºC, escolheu este e o texto surgiu, grande lição.

TEMA: António é um velho contador de histórias que não percebe nada de Inglês. Um dia, propõe a um grupo de jovens que o ensinem visto esta língua estar a fazer-lhe muita falta. 
Ato I 
Cena I 
(numa biblioteca, um velho contador de histórias e um grupo de jovens sentados no chão) 
António: Meninos, tenho que vos propor um desafio! 
Luís (entusiasmado): Qual é? 
Rúben (surpreendido): Um desafio? 
Giovanni: Ahahah! 
João(impaciente): Calem-se, deixem ouvir! 
António: Eu não sei falar inglês e gostava que me ajudassem, pode ser? 
Todos: Sim, até vai ser divertido! 
Giovanni (aparte): Ele não sabe falar inglês, deixem-me rir… 
António: Quando me podem ensinar? 
Todos: Amanhã, agora temos de ir embora. 
António: Boa, quanto mais depressa melhor, é que tenho de ir contar as minhas aventuras, por todo o mundo, e a língua que tenho de usar é o inglês. 
Giovanni: Uma pergunta, posso? 
António: Diga. 
Giovanni (materialista): Quanto paga? O que nos dá em troca? 
Luís (preocupado): Cala-te, nós não estamos a fazer isto por dinheiro, apenas a ajudar alguém que necessita de nós. 
João (sentencioso): Quantas vezes já nos pediram ajuda? Nunca! E ainda por cima para ensinar uma língua estrangeira! Fazemos isso de graça, claro!
Rúben (sorri, divertido): Quero apenas divertir-me e vai ajudar-nos a melhorar na disciplina e tudo! 
Giovanni (aparte): Fogo! Os velhos têm sempre dinheiro, este é mesmo forreta, ainda por cima contador de histórias, ganha pouco, ganha!! 
António: Eu posso pagar-vos de uma maneira: contando histórias que vivi, aventuras magníficas e, se quiserem, até vos ensino um segredo, um truque! 
Giovanni (espantado): Um segredo?? Truque? É mágico, quer ver?! 
Luís: Ate amanhã, temos de ir. 
 Ato II 
Cena
(num jardim, com árvores grandes, flores, tudo é verde, cheira tão bem; todos os colegas sentados num banco à espera do velho contador de histórias
Giovanni (irónico): Arrependeu-se. 
(António chega apressado
António: Desculpem o atraso. 
Luís: Vamos começar. 
Todos: Diga: What is your name? 
António: Whats you name? 
Todos: Nãããããooooooooooooooooo! 
Giovanni (aparte): Deve estar a falar chinês! 
António: What is your name? 
João: Boa, professor, só temos este dia e amanhã por isso tem de estar atento. 
Luís: How old are you? 
António: Ho olf ar you? 
Rúben: Por favor, tenha calma. 
António: Isto é uma língua de extraterrestres. 
(os treinos continuam...)
Giovanni: E contar-nos, agora, uma aventura que viveu, não acha justo? 
António: Boa ideia. Então aqui vai. No deserto do Sara, apareceu uma serpente verde, com uma língua que dava para me enrolar à volta dela, reinavam montanhas de areia escaldante, o vento cada vez batia mais forte, mais e mais… 
Ruben: E??? 
António: O resto fica em segredo, qualquer contador tem os seus segredos… Até amanhã, meninos, à mesma hora, no mesmo local. 
Giovanni: Não se atrase! 
(saem todos, escurece
Cena II 
(juntam-se no mesmo sítio
Todos: Boa Tarde! 
António: Hi! How old are you? 
Todos: Nice. 
António: Estive toda a noite a praticar, a ouvir músicas, fui ao tradutor, li livros em inglês… 
Giovanni: Livros???? Mas valia ler aqueles panfletos em inglês para os estrangeiros, pelo menos passeava. Luís: Continue assim. 
João: Já lhe ensinamos algo em dois dias. 
Rúben: Agora é só o esforço. 
Giovanni (divertido): Um dia ainda vai ler em inglês em New York. 
António (surpreendido): Que exagero, mas obrigado por insistirem. Sem vós não conseguiria fazer nada, estiveram a cativar-me e, claro, sem trabalho não vamos a lado nenhum. 
Todos: Não tem de agradecer, até foi divertido fazer de professor. 
Giovanni (aparte): E eu a pensar que ele sabia tudo. 
António: Já me safo. Afinal o inglês não é assim tão difícil e, com trabalho... 
Giovanni (interrompendo, cheio de ansiedade): Pode, agora, ensinar-nos o truque?? 
António: Acho que já aprenderam! 
Luís (surpreendido): Já?? 
António: Sim, o segredo é o poder de ajudar as pessoas. Com vontade de ajudar e com trabalho, tudo se consegue. E, agora, tenho uma surpresa para vós. 
João: Uma surpresa?? 
António: In the Sahara desert, it appeared a green snake with a long tongue that I could wrap myself on it, it reigned burning sand mountains, the wind was blowing ever stronger, more and more..." 
Luís: Once upon a time... 
João: Victory victory will never forget this story! 
Giovanni (estremunhado): Todos a falar em inglês, e eu?? Bem, já chega, não acham? 
Ruben: Very well! 
Todos : By!  (riem e apontam para o Giovanni que está com cara de poucos amigos) Extraterrestre!!!