segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

SUGESTÃO DE LEITURAS PARA APRESENTAÇÃO ORAL

Temas relacionados com o Auto da Barca do Inferno
  • Anjo/Diabo/Bem/Mal
- O advogado do diabo *, Morris West
- Anjos e demónios *, Dan Brown
  • Sátira social
- Boca do Inferno, Ricardo Araújo Pereira
- Novíssimas crónicas da Boca do Inferno, Ricardo Araújo Pereira
- Mafalda, Quino
- As meninas, Lygia Fagundes Teles
  • Corrupção/Mentira
- O fiel jardineiro *, John le Carré
  •  Prostituição/Comércio sexual
- A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo *, Stieg Larsson
  • Adultério/Casamento/Convenções sociais
- O primo Basílio, Eça de Queirós
- O crime do Padre Amaro *, Eça de Queirós
  • Falsidade religiosa/fanatismo religioso/educação religiosa
- Chocolate*, Joanne Harris
- Os fantasmas de Goya *, Milos Forman e Jean-Claude Carrière
- Manhã submersa *, Vergílio Ferreira
  • Perseguição aos judeus
- Diário de Anne Frank *, Anne Frank
- O rapaz do caixote de madeira, Leon Leyson
- Um dia, Morris Gleitzman
- A seguir, Morris Gleitzman
- O rapaz do pijama às riscas, John Boyne
- O Mundo em que vivi, Ilse Losa
- O violino de Auschwitz, Maria Angels Anglada
  • Tirania/Ambição
- O triunfo dos porcos *, George Orwell
- O diabo veste Prada *, Lauren Weisberger
- O grande Gatsby *, F. Scott Fitzgerald
  • Avareza
- O avarento, Molière
  • Vida/Morte
- Os palhaços de Deus, Morris West

Temas relacionados com Os Lusíadas
  • Descobrimentos
- Um cheirinho de canela, Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada
- Viagem à Índia, Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada
- Chamo-me… Vasco da Gama, Zacarias Nascimento
- História trágico-marítima: narrativas de naufrágios da época das conquistas, adapt. de António Sérgio
  • Amor proibido/grandes amores
- A trança de Inês *, Rosa Lobato de Faria
- Tristão e Isolda *
- O amor de Pedro e Inês, José Jorge Letria
- Chama-me pelo teu nome *, André Aciman
- Grandes histórias de amor: o livro dos amantes, José Jorge Letria
- Nero e Nina, Mário Cláudio
- A história de Inês de Castro, Ângelo da Silva
- Romeu e Julieta, William Shakespeare
  • Determinação/Perseverança/Aventura
- Trash - Os rapazes do lixo, Andy Mulligan
- A cidade dos deuses selvagens, Isabel Allende
- As aventuras de João Sem Medo, José Gomes Ferreira

  • Monstros

- Que monstros fabricamos?, David Almond
  • Aventuras no mundo antigo
- O segredo dos deuses gregos, Mafalda Moutinho
- O mistério das catacumbas romanas, Mafalda Moutinho
- O enigma de Ulisses, Ana Soares (col. Olimpus.net)
- No mundo dos mortos, Ana Soares (col. Olimpus.net)
- No labirinto do Minotauro, Ana Soares (col. Olimpus.net)
  • Clássicos
- A Eneida de Vergílio: contada às crianças e ao povo, adapt. de João de Barros
- A Odisseia: aventuras de Ulisses herói da Grécia Antiga, adapt. de João de Barros
  • Mitologia
- Mitologia - Deuses, Heróis e Lendas
- A grande história dos mitos gregos, Stephen Fry
- Contos gregos, António Sérgio
  • Luís de Camões
- Barbi-Ruivo, o meu primeiro Camões, Manuel Alegre

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

FAZER UMA ENTREVISTA

Imagina que tinhas a oportunidade de te encontrares com o dramaturgo Gil Vicente e podias conversar com ele durante algum tempo. Então, prepara a entrevista possível. Segue estes passos:

  • define o tema da tua entrevista;
  • prepara a estrutura, definindo, por exemplo: o título, o corpo da entrevista e uma conclusão;
  • define o número de perguntas e organiza-as;
  • .Não te esqueças de estruturar a entrevista, de preparar bem as questões e as respostas, de recorrer a uma linguagem corrente, clara e acessível ao público em geral.

domingo, 18 de novembro de 2018

TROVAS VICENTINAS - RUI VELOSO


Vós que vos ides por ganância
Debaixo da capa do cruzado
Buscando no incerto e na distância
A mina delirante do El Dourado

Vós que deixais só na retaguarda
Um farto gineceu desamparado
Não sentis testa que vos arda
Durante o sono repousante do soldado

Ouvi este ledo trovador
Por feitos de além-mar pouco tentado
Não se deixa uma esposa sem amor
Com o trevo da mocidade eriçado

E vê-las no poleiro das janelas
Gastando seus furores em vãs intrigas
É vê-las nas ribeiras com as barrelas
Contando o que só Deus sabe às amigas

Quanta malícia mal ardida
Tangem seus olhares pelas esquinas
Soubésseis os sorrisos de fugida
Que delas merecem minhas rimas

E víeis que melhor que a riqueza
É ter alguém à noite na cama
Que o diga a presunçosa e vã nobreza
Que goza a especiaria ao pé da dama

Por isso se as testas vos arderem
No lume verrinoso do adultério
Às línguas viperinas que vierem
Dizei que ardem pela grandeza do império

--------------
Ver também Inoportuna - Vilancete castelhano de Gil Vicente (aqui)

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

APRESENTAÇÕES ORAIS

Durante o primeiro período, cada aluno deve escolher um conto de um destes livros e fazer a sua apreciação crítica de acordo com as sugestões da página 53 do manual.

  • Histórias da terra e do mar (Sophia M. B. Andresen);
  • O dia cinzento e outros contos (Mário Dionísio);
  • A mulher que prendeu a chuva (Teolinda Gersão);
  • Bichos (Miguel Torga);
  • Novos contos da Montanha (Miguel Torga);
  • Aldeia Nova (Manuel da Fonseca);
  • Contos do Nascer da Terra (Mia Couto);
  • Contos completos (Gabriel Garcia Marquez);
  • Contos (Vergílio Ferreira);
  • Contos (Eça de Queirós).
  • Só resta o amor, Agustin Fernandez Paz
  • Uma Cana de Pesca para o Meu Avô - Gao Xingjian

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

CRÓNICA DE RICARDO ARAÚJO PEREIRA SOBRE A LÍNGUA PORTUGUESA

A gente somos um país muita curioso. Houveram eleições e, com base no que tínhamos visto e ouvisto na campanha eleitoral, votámos maioritariamente nos partidos que assinaram com a troika um acordo, digamos, difícil de cumprir. Mas hádem dizer-me quantos são, mesmo entre os que votaram no seu partido, aqueles que admiram, respeitam ou sequer toleram o trabalho e a figura de Miguel Relvas. O ministro não parece ser muito popular, derivado do seu envolvimento em alguns escândalos como, por exemplo, o da licenciatura. Mas nem por isso deslarga o poder. Entrou para dentro do Governo, há dois anos atrás, e ninguém o tira de lá. Para fora.
Prontos, mas as pessoas não são só defeitos. E Miguel Relvas tem o grande mérito de constituir um exemplo, parece-me a mim. Muitos desempregados não conseguem arranjar emprego por causa que têm habilitações a mais. Miguel Relvas obteve o seu com emprego mesmo tendo claramente habilitações a menos. Apontou para baixo e foi bem sucedido. Estabeleceu um objetivo mais modesto e atingiu-o. E ainda o acusam de ser muito ambicioso...
Os cortes no Estado social não são uma necessidade de poupança, são uma estratégia de futuro. Relvas deseja que o Governo faça cortes na educação porque ele próprio cortou na sua e venceu. Conhece, por experiência própria, as vantagens de desinvestir na educação. É um exemplo de sucesso de deformação profissional. Como cidadões, temos muito a aprender com ele. Ou a desaprender, já não sei.
Soares fala mal francês, Sócrates falava mal inglês e espanhol, e Relvas fala mal português. Quase todos os políticos que nos governam hoje falam mal português, aliás. Veja-se o caso de Angela Merkel. Saberá dizer duas, três palavras no máximo. Os nossos dirigentes sempre tiveram um problema com as línguas. E, tendo em conta o estado em que o país se encontra, também não parecem ser melhores nos números. Talvez tenham sido daqueles alunos que só eram bons em educação física.
in Boca do Inferno, 07-02-2013

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

SUGESTÃO DE LEITURAS PARA 2018/2019

No ano letivo que agora começa, a BE vai desenvolver o projeto de leitura "Ler para ser +". Assim, aqui ficam algumas sugestões de leitura no âmbito dos subtemas "Ser+ Saudável", "Ser+ solidário", "Ser+ sustentável".

sábado, 16 de junho de 2018

POEMAS BREVES

Trabalho de sala de aula, no final da unidade "Texto Poético".

Vida

Dormimos
Sonhamos
Imaginamos
Acordamos
Pensamos
Acreditamos
Falhamos
Conseguimos

E tudo isto é ser
E tudo isto é viver

Rui e Tomás



Manhã de nevoeiro

Não vejo junho pela janela
Decidiu partir
Sem sequer chegar.

A chuva bate,
As gotas escorrem,
São lágrimas no meu rosto.

Saí à rua
Crianças saltam de poça em poça
Um sorriso floresceu no meu rosto.

Sofia e Laura




TEXTO POÉTICO - HAICAIS (OU QUASE)

Trabalho de sala de aula, no final da unidade "Texto Poético".

I
Eclipse
Será que o sol se veste de lua
Ou a lua se disfarça de sol?
Gustavo

II
Palavras
Talvez mais poderosas que armas
A força das palavras: poesia!
Gonçalo S.

III
Manhã de nevoeiro
O sol vestiu-se de luto
Ou de um compromisso fugiu?
Leonardo e Mariana L.

IV
Nuvens
Um infinito azul
Onde navegam sonhos.
Tomás F.

V
Nuvens
Aviões a voar
Num infinito azul.
Mariana P.

VI
Nuvens
Lençóis brancos, cobertores fofos
É lá que dormes, imaginação?

VII
Flores, frágeis e delicadas,
dizem mais do que as palavras
como um dicionário, trazem tantos significados.
Rafael T.

VIII
Quando uma amiga voa com os anjos,
Vamos com ela?
Viagem infinita em asas brancas.
Lara