terça-feira, 15 de março de 2016

SÊ...

Desafio de hoje, lançado aos alunos de 8ºano, para introdução ao texto poético: cada um deveria escrever uma frase, dedicada a alguém, com um pedido em forma de metáfora ou comparação. Unidas as frases, teríamos um poema coletivo. As frases deveriam começar com o imperativo "Sê..."
Os alunos foram mais longe. Apanharam o jeito e escreveram várias. A Rita Rodrigues escreveu tantas que, juntas com certa lógica, deram um texto individual. Aqui fica. O destinatário da mensagem é quem a quiser apanhar: pai, mãe, professor, amigo...

Sê um mapa e guia-me pelo mundo.

Sê os passos que orientam a minha dança
e formam a minha valsa.
Sê a melodia da minha canção
o canto dos pássaros que alegra o meu coração.

Sê a luz que ilumina o meu caminho
e o calor que me aquece em dias frios.

Sê o pilar que me segura e não me deixa cair
o teto que me abriga
a âncora que agarra o meu barco.

Sê a chuva que rega a minha alma
as flores que embelezam o meu jardim.

Sê a borracha que apaga as minhas mágoas
O remédio que me salva da dor.

Sê o meu sonho e preenche-me as noites.