quarta-feira, 4 de março de 2015

SE TU VISSES O QUE EU VI...

Mais um poema do Diogo Ferreira (aluno da educação especial), inspirado no livro de António Mota Se tu visses o que eu vi.

Se tu visses o que eu vi 
Ficavas pasmado: 
O professor a puxar a orelha 
Ao aluno mal comportado. 

Se tu visses o que eu vi 
Ficavas contente: 
Uma lontra inteligente 
A tirar um dente. 

Se tu visses o que eu vi 
Arrancavas a pele: 
Um elefante de papel 
A comer mel.