quarta-feira, 8 de outubro de 2014

CONTINUAÇÃO DE CONTO - 7ºB

Depois da leitura de parte do conto "História da princesa Nurenahar", (uma das histórias das Mil e uma Noites) os alunos foram desafiados a completá-lo. 
ETAPAS:
  1. planificação do texto (na aula)
  2. início da redação, primeiros parágrafos  (na aula)
  3. continuação e conclusão (em casa)
  4. leitura dos trabalhos de casa e  mistura dos textos dos alunos Tomás, João Costa, João Andrade, Ana Margarida (na aula)
  5. melhoramento do texto selecionado com sugestões da turma (na aula)
  6. publicação.
Assim, os três irmãos dividiram-se. Hassan foi para a China, Hossein foi para a Europa e Ali para Jerusalém.
Mal eles partiram, chegou ao reino um velho feiticeiro, muito experiente, de barbas longas e brancas; era bastante magro e tinha olhos de falcão; trazia um chapéu bicudo, uma capa remendada e um cão de aspeto bastante estranho.
O velho encontrou um barracão na floresta e descobriu que ele tinha passagens secretas para o palácio. Imediatamente, urdiu um plano para lá entrar à socapa e lançar um feitiço para que todos passassem a obedecer-lhe e, assim, tornar-se rei.
Entretanto, os três irmãos exploravam locais desconhecidos e longínquos. Hassan encontrou um vendedor de especiarias que tinham o poder de curar todas as doenças impossíveis de cura e gastou quase todo o ouro que o pai lhe dera na sua compra.
Hossein, na Europa, descobriu que uma declaração de amor resolveria o dilema do pai e que todo o seu sentimento de eterno amor estaria no poema que comprou a um poeta famoso que encontrou.
Ali, o mais velho, encontrou muitos objetos interessantes mas decidiu-se por uma trompa de marfim que o cativou. Tocada, esta trompa lançava um som mágico que quebrava qualquer feitiço.
Enquanto Ali, Hassan e Hossein viviam as suas aventuras, o feiticeiro resolveu executar o seu plano. Começou a estudar os caminhos das passagens secretas do barracão e, através delas, foi parar aos aposentos de Nurenahar e, depois, aos do rei e lançou-lhes um feitiço. Seguidamente, lançou outro feitiço a todos os habitantes do reino. Nomeou-se rei daquele reino e todos começaram a obedecer-lhe, como tinha previsto.
O tempo passou e chegou a altura de os irmãos regressarem. Quando já estavam muito perto do palácio, encontraram-se e chegou-lhes aos ouvidos que o reino tinha sido dominado por um feiticeiro. Decidiram, então, entrar no palácio, disfarçados de vendedores, e encontraram o feiticeiro sentado no trono. Conseguiram chegar junto dele e Ali pegou na trompa e dela saíram notas mágicas que quebraram o feitiço. Unidos, prenderam o feiticeiro numa masmorra do palácio.
Um mês depois, Ali casou com a princesa Nurenahar numa sumptuosa festa.