sábado, 21 de fevereiro de 2015

MAR, FAZES-ME FALTA!

Mais um texto em 77 palavras, desta vez tema livre, publicado pela escritora Margarida Fonseca Santos no seu blogue 77 palavras.
Toda a gente me acha diferente! Só porque sou eu, apenas eu!
Gosto de me sentar à beira mar e sentir-me embalada. É como estar num berço que me liga à infância. Por vezes, tenho a sensação que o mar me chama e me quer perto dele. Se me sinto triste, aceito o seu convite, mergulho e nado; a sua água conforta-me, as correntes baloiçam-me. O mar é uma segunda mãe. Não a quero perder, faz-me falta.
 Bruna Gomes, 7ºC